Apple e Samsung fecham o ano a perder. Google é a grande vencedora.

o ano 2016 de smartphones

As principais marcas do mercado tiveram anos completamente distintos. Apple e Samsung com mais pontos  negativos e Google com uma excelente alternativa.

Começando pela Apple, a empresa mostrou-se bastante ativa nas causas sociais e na defesa da privacidade dos seus consumidores, manteve a sua promessa e não desbloqueou o iPhone a pedido do FBI. Já para o fim do ano lançou um capa para iPhone de cor vermelha para angariar fundos para as pessoas afetadas com o vírus HIV.

Em relação a produtos, o ano também foi recheado, recordemos o lançamento do iPhone SE, iPhone 7 e ainda o novo Macbook Pro. No entanto todos os equipamentos ficaram aquém daquilo que era esperado. Poucas inovações de design e de funcionalidades deixaram os fãs desiludidos.

Já a Samsung iniciou o ano como líder de marcado nos EUA. No entanto a empresa tentou dar um salto maior do que a perna e acabou por ser protagonista de um dos maiores flops de Smartphones de sempre. O seu promissor Samsung Note 7 acabou por ser banido em quase todo o lado por ser um perigo para a segurança pública. Nem a tentativa de corrigir o erro detetado nas baterias solucionou o problema, e marca viu-se mesmo obrigada a ordenar a recolha das unidades vendidas até então.

Em sentido inverso, a Google surpreendeu o mercado com o lançamento do primeiro smartphone de marca própria, o Google Pixel.  Após anos de parcerias com diferentes marcas a que a Google decidiu chamar Nexus, a empresa decidiu em 2016 mudar o jogo e combater diretamente com a Apple e a Samsung. O resultado é um smartphone topo de gama, com um design cuidado.

Espera-se um 2017 ainda mais competitivo.

Subscreva a nossa newsletter:

Campos marcados com * são obrigatórios.

Mais artigos

ver todos os artigos