iTunes com sistema que remove música da biblioteca dos seus utilizadores

O compositor James Pinkstone fez a denúncia do seu caso no site Huffingtonpost, onde descreve a sua conversa com o serviço de apoio da Apple.

Esta denúncia deveu-se ao facto do compositor ter perdido cerca de 122 GB de música que tinha no seu computador após ter feito a subscrição do Apple Music e de o ter sincronizado com a biblioteca do iTunes.

Segundo a linha de apoio o que aconteceu foi que quando James fez a sincronização do serviço com a sua biblioteca de música, este analisou todos os seus ficheiros WAV ou MP3 que tinha associados ao iTunes e procurou as respetivas correspondências na base de dados online do serviço streaming. Assim que o sistema encontrou uma correspondência substituiu o ficheiro original pelo o ficheiro do Apple Music, apagando o MP3 ou WAV original. Assim todos os ficheiros correspondidos foram simplesmente substituídos e os originais eliminados, os restantes foram descarregados para a base de dados da empresa e eliminados do computador de James.

Esta situação tem vários pontos graves e já não é o primeiro caso em que os utilizadores reportaram  erros do género.

Poderá ler todo o artigo do próprio James Pinkstone aqui .

A empresa já comentou o caso e promete uma atualização no iTunes para evitar que esta situação se repita.

Deixar um comentário

Subscreva a nossa newsletter:

Campos marcados com * são obrigatórios.

Mais artigos

ver todos os artigos