TechTalks! Já conhece o nosso Videocast? - iServices

    TechTalks! Já conhece o nosso Videocast?

    23/06/2021 - 10:45 - Leonardo Jesus, Técnico de Marketing
    techtalks_logo

    Já conhece o nosso Videocast com o Carlos Dias da Silva?

    Ao longo de vários episódios de cerca de 1 minuto, Carlos Dias da Silva procura respostas às perguntas e aos temas com que os nossos técnicos são abordados ao longo do dia por parte dos nossos clientes.

    No primeiro episódio de TechTalks Carlos Dias da Silva entrevista o nosso Técnico Luís Ferreira. Ao longo do vídeo o técnico explica ao Embaixador da nossa marca, líder em reparações, como funciona o serviço de Reparação à Sua Porta.

    Contextualizando, "quando o cliente não pode ir à loja, a loja vai ao cliente"! Este serviço da iServices consiste num Laboratório Móvel, onde, segundo Luís explica a Carlos, o nosso técnico se dirige junto do cliente, esteja ele onde estiver, dentro da Zona da Grande Lisboa, para proceder ao diagnóstico e à reparação do equipamento em questão. A carrinha está devidamente equipada para a "reparação de smartphones, nomeadamente a substituição de baterias, LCD (...), portas de ligação", também, de outros equipamentos, como de tablets e computadores.

    Este serviço não tem qualquer custo adicional e, caso não seja possível fazer a reparação na hora, Luís refere que, também de forma gratuita, é feita a recolha do equipamento, para que a mesma seja feita num laboratório de reparações e entregue posteriormente ao cliente. Pode agendar a Reparação à Sua Porta no nosso site, através do e-mail [email protected] ou por telefone, através do número 910 628 000.


    No segundo episódio de TechTalks o embaixador da iServices Carlos Dias da Silva realça a recorrência com que nos deparamos com amigos, família ou conhecidos que tenham o ecrã do seu smartphone partido. Carlos refere como este problema, sendo o mais comum, pode afetar a vida do seu utilizador e, por isso, questiona o nosso técnico Luís Ferreira o porquê de devermos procurar solução para a quebra do vidro do smartphone.

    Em resposta, Luís explica que, após o ecrã se partir, surgem fendas entre o vidro e o LCD. Neste sentido, poderá acumular-se sujidade e haver passagem de líquidos que podem danificar mais componentes que o próprio LCD. No que toca à vida do utilizador, Luís Ferreira reforça a Carlos Dias da Silva que a quebra do LCD resume-se no estilhaçar do vidro, que tal como qualquer outro objeto deste material, quando partido pode provocar cortes nas mãos ou mesmo nas orelhas do utilizador.

    Se ainda tinha dúvidas em reparar o seu ecrã, esperemos que este vídeo de um minuto as tenha esclarecido. Descubra mais, sobre o nosso serviço de reparação de LCD multimarca, na hora e em cerca de 20 a 30 minutos.

    Autentique-se para comentar

    Login